Aventura em Moçambique

Abril 18 2014

Hoje foi um dia díficil! Hoje é que saí á rua e me deparei com a realidade! Enfrentei algumas dificuldades e tive momentos que desesperei.

Já sabia que isto iria acontecer, faz parte! Moçambique tem o seu encanto mas para quem nunca aqui esteve a diferença é brutal! Em Portugal temos tudo á mão, vamos ao hipermercado e encontramos tudo o que queremos e aqui não. Temos estradas com marcações e aqui não. Temos passadeiras e aqui não. Temos fruta e legumes frescos todos os dias nos hipermercados e aqui nem sempre. Hoje senti-me perdida, confusa, e desesperei. Isto aconteceu-me principalmente quando entrei num supermercado e olhei para os produtos e não reconheci praticamente nada. As marcas, as embalagens, tudo diferente! Os preços, tinha que estar sempre a fazer contas. Vou procurar legumes para a sopa do M. e não encontro praticamente nada. Fruta consegui umas maçãs e um ananás. A carne meteu-me medo. Os queijos, alguns tinham bolor. Os iogurtes, tive que ter em atenção para não comprar os que estavam fora de validade. Comprei meia duzia de coisas e gastei mais de 3.000 meticais (mais de 60€). Verdade que não fui ao Primier (o hipermercado que tem mais variedade) mas simplesmente porque estáva fechado devido ao feriado. Por isso apanhei logo esta dificuldade maior. Mas amanhã já irei ao Premier e espero vir de lá mais animada!

Fomos almoçar a um restaurante e não há cadeirinhas de bebé. "Se quisé, tem esponja" disse a empregada. Pedi para vir a esponja, e o M. sentou-se e lá comeu a sua galinha panada com batatas fritas e sumo de pessego. Eu não resisti a um caril de camarão e o P. comeu uma pizza, que por sinal era o prato mais saboroso dos três.

Em todo o lado há moçambicanos com pequenas bancas nas bermas das estradas a vender de tudo! Mas de tudo mesmo, coisas até impensáveis! Hoje não tirei fotos mas irei tirar para mostrar aqui. E quase todas as lojas, prédios, etc têm seguranças. Ontem á noite, quando íamos a passar de carro, vimos os seguranças praticamente todos a dormir cá fora, á porta das lojas. A policia anda com as suas armas (grandes metralhadoras) á vista, no meio da rua, sem qualquer problema. Por norma, todos os dias somos mandados parar pela polícia. Em qualquer sitio que se estacione o carro pedem dinheiro.

 

Estas são algumas das minhas primeiras impresões. Uma coisa é vermos imagens em fotografias, na televisão, em documentários, na internet ou qualquer outro meio, mas outra coisa bem diferente é viver nesta realidade! Eu posso dizer que tentei ao máximo ler sobre a vida em Moçambique, procurei muita informação nos mais diversos meios e preparei-me da melhor forma que consegui, com o objectivo de me adaptar sem problemas, mas mesmo assim tive o meu momento de choque. Terei que aprender a viver esta forma de vida, tudo leva o seu tempo. Dizem que primeiro estranha-se, depois entranha-se, e penso que é isto que irá acontecer-me.

 

 

publicado por Vandinha às 23:49

Este blog é dedicado à nossa familia e amigos, que apesar da distância fisica, estão sempre no nosso coração. É uma forma de estarem perto de nós e de seguirem o nosso dia-a-dia nesta grande aventura!
mais sobre mim
Abril 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17

21
22
23
26

27
30


pesquisar
 
Contador de Visitas
blogs SAPO