Aventura em Moçambique

Junho 07 2013

E surgiu a proposta... e analisámos, analisámos, analisámos! Depois de algumas noites sem dormir tirámos muitas conclusões, poderia estar aqui eternamente a enumerá-las. Para facilitar reduzimos a 3 conclusões: 1ª não há dinheiro nenhum que pague o facto de estarmos longe da família e dos amigos! 2ª não conseguimos ter uma vida minimamente desafogada aqui em Portugal, tendo em conta o estado do país; 3ª para termos uma vida digna e sobretudo dar uma boa educação ao nosso filho, temos que ir. à medida que analisamos os prós e os contras, as vantagens em ir são cada vez mais. É um país que nos agrada de alguma forma, apesar de não termos raizes moçambicanas nem tão pouco alguma familia ou amigos por lá. 

O problema é a distânica... e as saudades que daí advêm! Mas pensamento positivo! Hoje em dia, as ferramentas á nossa disposição são imensas, o skype, os telemóveis, o blog, etc etc... e, claro, a facilidade de hoje estar em Portugal e amanhã em Moçambique! Tudo isto ajuda...

 Posso dizer que foi uma decisão muito dificil, mas uma coisa é certa: depois de tomarmos a decisão os nervos acalmaram bastante. Está decidido? Sim! Vamos partir rumo a Moçambique! Muitas vezes temos que arriscar na vida para conseguir algo melhor. É preciso sermos corajosos para ter uma decisão destas, mas cada vez que passa mais um dia aqui em Portugal tenho a certeza que o melhor será mesmo partir para Moçambique.

Acredito que Moçambique irá de encontro aos nossos objetivos de vida. Infelizmente Portugal desiludiu-nos... não nos deixou sonhar. E sim, nós vamos em busca do sonho, porque não havemos de ir???

 

v_p_m
publicado por Vandinha às 09:56

Olá!

Neste momento aqui em casa vive-se exatamente o primeiro impacto... surgiu uma proposta que nos parece pouco ambiciosa a nível financeiro, mas por outro lado mto ambiciosa a nível de progressão de carreira, realização profissional para o meu marido. No entanto surgem mtas dúvidas ao fato de como agirmos e nos protegermos relativamente á aceitação da mesma proposta.

Que conselhos nos podem dar uma vez que já passaram pelo mesmo.

Obrigada e Muita sorte!

Carla
Carla Marques a 11 de Janeiro de 2014 às 10:20

Olá Carla,
Antes de mais obrigada por ser leitora do blog.
Eu ainda não estou em Moçambique, como já deve ter percebido pelo blog, mas o meu marido já lá está desde Outubro.
Conselhos posso dar alguns pela experiência que estamos a viver, mas o principal deles todos tem a ver com a legalizaçao. Eles dificultam a legalização dos portugueses lá, há muitos papeis a tratar, e se o seu caso for o mesmo que o meu (não ir com trabalho) não consegue estar lá sempre com o seu marido sem que ele tenha o DIRE. Mesmo que ele tenha só visto de trabalho, é um risco. Depois posso falar-lhe das despesas, mas como não tenho conhecimento das despesas que engloba a proposta de trabalho do seu marido, é relativo. Posso adiantar que o dia a dia não é barato.
Quanto ao espirito, como percebe pelo blog, temos que ter a mente bem aberta a tudo e muita paciência.
Enfim, se precisar de algo mais concreto terei todo o gosto em ajudar.
Boa sorte ;)
Vandinha a 14 de Janeiro de 2014 às 17:48

Cheguei aqui através do destaque do sapo, portanto parabéns.
Cá em casa neste momento também há muita ansiedade...a decisão está tomada e brevemente o maridão vai embora. Espero ir também mais tarde. No nosso caso será para mais perto, ainda assim custa ficarmos separados. Infelizmente não vemos grande futuro no nosso país, coisa que nos levou a tomar esta decisão.
Como se costuma dizer "seja o que Deus quiser".
Joana a 29 de Abril de 2014 às 21:33

Este blog é dedicado à nossa familia e amigos, que apesar da distância fisica, estão sempre no nosso coração. É uma forma de estarem perto de nós e de seguirem o nosso dia-a-dia nesta grande aventura!
mais sobre mim
Junho 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
13
15

16
17
18
20
21

23
24
27
28
29

30


pesquisar
 
Contador de Visitas
blogs SAPO