Aventura em Moçambique

Junho 09 2014
Acredito que este tema seja o mais importante para quem está em processo de decisão para vir viver para Moçambique. Mais ainda quando temos crianças, como é o meu caso!
Por este motivo lembrei-me que seria útil para alguém se eu falasse aqui da minha experiência nesta área.
Desde que aqui estou (quase dois meses) já me dirigi ao hospital algumas vezes com o M. Assim como o P. desde que está cá, já foi ao hospital em várias ocasiões. Nunca fomos ao público e portanto, deste não poderei falar. Temos experiência do Hospital Privado de Maputo e do Hospital da AMI (privado) também aqui em Maputo.
Tanto num como noutro fomos sempre bem atendidos. Houve rapidez, simpatia por parte dos funcionários, enfermeiros e médicos, e também posso dizer que houve profissionalismo. Encontramos muitos médicos cubanos ou até de outras nacionalidades. Isto não quer dizer que não exista alguém, ou até eu própria, que não seja mal atendido um dia. Acredito que cada caso será um caso, e seja em Moçambique ou em qualquer outra parte do mundo, vamos sempre encontrar bons e maus profissionais. Mas até agora a minha experiência é positiva.
Há cerca de 3 semanas o M. caiu e partiu a clavícula. Foi a primeira vez que tive que me dirigir ao hospital (fui ao da AMI) e pela hora, 9h da noite, era uma urgência. No entanto correu tudo bem, foi tudo rápido e em cerca de 5/10 minutos estávamos a ser atendidos pela pediatra. Ao observar o M. encaminhou-nos para o ortopedista, o qual pela hora, não se encontrava no hospital. Fizeram chamada de urgência e em 10 minutos chegou o medico, apressado. Fizeram raio-x ao pequeno, e logo após se confirmar a clavícula partida iniciou-se o tratamento. O médico ortopedista explicou tudo, como deveríamos proceder, o que poderia acontecer, e deu-nos todos os alertas necessários. Mais tarde voltámos lá para tirar o gesso e mais uma vez foi tudo rápido e elucidativo.
Ainda na semana passada voltei ao dito hospital porque o M. estava com febre (como referi no post anterior). Continuamos a ser bem atendidos, e desta vez houve necessidade de fazer o teste da malária. Por sua vez, o P. também já se dirigiu ao Hospital Privado por diversos motivos e tudo correu sempre bem.
Tendo eu perfeita noção das duvidas de quem está para vir para Moçambique, vou tentar deixar aqui uma ideia dos preços. Antes de mais adianto que é possível ter um seguro de saúde aqui, ficará ao critério de cada um te-lo ou não.
Vou falar de preços sem seguro. Uma consulta normal ronda os 25€ a 30€. Comparando com o sistema privado de Portugal não acho caro. O que achei mais caro foi a urgência que ficou em cerca de 80€, á qual tive que somar a consulta, o raio-x e o tratamento. No total sim, ficou caro. Depois existe a questão mais frequente, a da malária! Talvez seja este o motivo que faz a pessoa deslocar-se com maior frequência ao hospital. Para deixar aqui uma ideia de valores, um teste da malária (é teste de sangue) poderá ficar entre os 7€ e os 18€.
Espero ter sido útil!
publicado por Vandinha às 10:35

Este blog é dedicado à nossa familia e amigos, que apesar da distância fisica, estão sempre no nosso coração. É uma forma de estarem perto de nós e de seguirem o nosso dia-a-dia nesta grande aventura!
mais sobre mim
Junho 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13

15
16
17
18
19
20
21

23
24
25
27
28

29
30


pesquisar
 
Contador de Visitas
subscrever feeds
blogs SAPO