Aventura em Moçambique

Junho 26 2014







publicado por Vandinha às 13:33

Junho 22 2014

Para quem procura qualidade, o Zambi é especialista! Experimentei este restaurante e gostei.
Já tinha ouvido falar e fui comprovar. Realmente prima pela qualidade, tem um ambiente requintado, ideal para um jantar a dois mas também para um jantar de amigos ou até de negócios.
Bem decorado e muito bem situado, ė considerado um dos melhores restaurantes de Maputo. Confirmo! É mesmo bom. Além da comida, gostei do espaço e do atendimento. Eu fui jantar e portanto fiquei na parte interior, mas também tem um espaço exterior com uma esplanada agradável, bem perto do mar, que dá para almoçar ou até jantar numa noite quente de verão. É um local a visitar para quem vem a Maputo.
Claro está, é um restaurante caro, acima da média.
Adorei todos os pratos que pedimos desde a entrada até a sobremesa (ai a sobremesa!), passando pela sangria, que por sinal estava divinal. 
Deixo-vos algumas fotos. Beijinhos.

 


publicado por Vandinha às 09:11

Junho 14 2014

Alguém disse que isto era fácil? Não, pois não? Se alguém vos disse, desenganem-se! Não é fácil, de todo. Ou se tem espírito para isto ou mais vale escolherem outro País para emigrarem, sem ser africano. África não é para todos meus senhores.
Aqui é viver todos os dias na corda bamba, e cada amanhecer resulta num novo dia sempre cheio de surpresas. É uma aventura diária, cada dia é único, e há sempre a incerteza do que vem pela frente. É o contraste entre a beleza de um país tropical com a pobreza de um povo sofredor mas feliz. É uma luta diária, muito cansativa. Para aqueles que se adaptam, é apaixonante e recompensante. Mas para aqueles que não se conseguem identificar com isto, não vale a pena insistirem, porque vão estragar os vossos neurônios (acreditem que sim), por isso mais vale darem um passo atras na vossa vida para darem depois dois á frente.

publicado por Vandinha às 09:51

Junho 09 2014
Acredito que este tema seja o mais importante para quem está em processo de decisão para vir viver para Moçambique. Mais ainda quando temos crianças, como é o meu caso!
Por este motivo lembrei-me que seria útil para alguém se eu falasse aqui da minha experiência nesta área.
Desde que aqui estou (quase dois meses) já me dirigi ao hospital algumas vezes com o M. Assim como o P. desde que está cá, já foi ao hospital em várias ocasiões. Nunca fomos ao público e portanto, deste não poderei falar. Temos experiência do Hospital Privado de Maputo e do Hospital da AMI (privado) também aqui em Maputo.
Tanto num como noutro fomos sempre bem atendidos. Houve rapidez, simpatia por parte dos funcionários, enfermeiros e médicos, e também posso dizer que houve profissionalismo. Encontramos muitos médicos cubanos ou até de outras nacionalidades. Isto não quer dizer que não exista alguém, ou até eu própria, que não seja mal atendido um dia. Acredito que cada caso será um caso, e seja em Moçambique ou em qualquer outra parte do mundo, vamos sempre encontrar bons e maus profissionais. Mas até agora a minha experiência é positiva.
Há cerca de 3 semanas o M. caiu e partiu a clavícula. Foi a primeira vez que tive que me dirigir ao hospital (fui ao da AMI) e pela hora, 9h da noite, era uma urgência. No entanto correu tudo bem, foi tudo rápido e em cerca de 5/10 minutos estávamos a ser atendidos pela pediatra. Ao observar o M. encaminhou-nos para o ortopedista, o qual pela hora, não se encontrava no hospital. Fizeram chamada de urgência e em 10 minutos chegou o medico, apressado. Fizeram raio-x ao pequeno, e logo após se confirmar a clavícula partida iniciou-se o tratamento. O médico ortopedista explicou tudo, como deveríamos proceder, o que poderia acontecer, e deu-nos todos os alertas necessários. Mais tarde voltámos lá para tirar o gesso e mais uma vez foi tudo rápido e elucidativo.
Ainda na semana passada voltei ao dito hospital porque o M. estava com febre (como referi no post anterior). Continuamos a ser bem atendidos, e desta vez houve necessidade de fazer o teste da malária. Por sua vez, o P. também já se dirigiu ao Hospital Privado por diversos motivos e tudo correu sempre bem.
Tendo eu perfeita noção das duvidas de quem está para vir para Moçambique, vou tentar deixar aqui uma ideia dos preços. Antes de mais adianto que é possível ter um seguro de saúde aqui, ficará ao critério de cada um te-lo ou não.
Vou falar de preços sem seguro. Uma consulta normal ronda os 25€ a 30€. Comparando com o sistema privado de Portugal não acho caro. O que achei mais caro foi a urgência que ficou em cerca de 80€, á qual tive que somar a consulta, o raio-x e o tratamento. No total sim, ficou caro. Depois existe a questão mais frequente, a da malária! Talvez seja este o motivo que faz a pessoa deslocar-se com maior frequência ao hospital. Para deixar aqui uma ideia de valores, um teste da malária (é teste de sangue) poderá ficar entre os 7€ e os 18€.
Espero ter sido útil!
publicado por Vandinha às 10:35

Junho 06 2014
Parece que o inverno ameaça chegar aqui a Moçambique. Hoje está uma ventania que quase não se consegue andar na rua e a temperatura baixou. Em contrapartida ontem esteve imenso calor, 35 graus! Este tempo incerto faz-nos andar constipados. Estamos os 3, eu, o M. e o P.
Inclusive ontem o M. esteve com febre e lá fui eu a correr com ele para o hospital. Enquanto que em Portugal quando uma criança tem febre podemos aguardar 3 dias e vamos controlando com um supositório, aqui não se pode arriscar. Febre=ida imediata ao hospital para fazer analise da malária! Porque a malária é perigosa e quanto mais tempo passa pior. Quando este assunto é despistado, suspiramos de alivio e tratamos então a febre com os ditos supositórios.
Com o tempo que está hoje, ainda bem que o M. não foi á creche, porque provavelmente iria agravar a constipação. Esta ventania nas costas de uma criança que transpira ao brincar e correr com outros meninos não dá bom resultado.
publicado por Vandinha às 10:47

Junho 04 2014

A Kadoc em Moçambique

 

publicado por Vandinha às 11:45

Junho 04 2014
Segundo a minha empregada, o tempo aqui em Moçambique anda um pouco trocado, assim como em Portugal. A diferença é que, aqui, o calor teima em não ir embora e em Portugal é o frio e a chuva que estão a ser teimosos!
Tendo em conta que aqui é inverno, deveria de estar muito mais frio do que está atualmente. Mas não. Aqui continuamos com dias em que as temperaturas atingem naturalmente os 30 graus. De manhã bem cedo (6h/7h) até está um fresquinho que nos pede um casaquinho de malha fininho por cima de uma manga curta (os moçambicanos sentem mais frio que nós e no caso deles, posso falar em camisolas de malha) mas a esta hora (estou a escrever este post e são cerca das 9h) já estou de manga curta e com calor!
Mesmo assim aqui o inverno é, de longe, parecido com o do nosso Portugal. Não necessitamos de cachecois nem nada parecido. Sobre o Verão, não vou acrescentar nada de novo, pois toda a gente sabe o que é um clima tropical: um calor que não se aguenta e grandes chuvadas e trovoadas!
Adoro este clima (menos as trovoadas) apesar de existirem dias de calor excessivo, eu sou pessoa para trocá-los por aqueles dias de muito frio de Portugal.
publicado por Vandinha às 08:20

Junho 01 2014
Tantas tantas tantas saudades...
publicado por Vandinha às 21:35

Este blog é dedicado à nossa familia e amigos, que apesar da distância fisica, estão sempre no nosso coração. É uma forma de estarem perto de nós e de seguirem o nosso dia-a-dia nesta grande aventura!
mais sobre mim
Junho 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13

15
16
17
18
19
20
21

23
24
25
27
28

29
30


pesquisar
 
Contador de Visitas
subscrever feeds
blogs SAPO