Aventura em Moçambique

Março 24 2014

Ando a tratar dos ultimos pormenores referentes á documentação. Está mesmo praticamente tudo pronto no que se refere a este (longo) tema!

Mas, meus caros, isto não foi nada, comparado com o que ainda está para vir: as quase 11 horas seguidas de avião! Pois é, este é mesmo o meu maior suplicio. E quando se leva um filho transforma-se em terror. Já andei várias vezes de avião, mas quanto mais ando mais medo tenho. Deveria de ser ao contrario mas qual quê?  

Quando estou no aeroporto estou sempre com os nervos á flor da pele! E os presságios? Tantos que se fosse por aí nunca teria entrado em nenhum avião. Tento mentalizar-me com as teorias do costume, que os aviões são o meio de transporte mais seguro, a TAP é uma das companhias mais seguras, etc etc etc... mas logo depois cai-me a ficha e sei que por muito seguro que seja, tudo pode acontecer.

Enfim, vou começar a tratar desta parte: a mentalização para estas horas todas seguidas dentro de um avião. É bom que me mentalize mesmo porque ainda irei andar entre MZ e PT umas quantas vezes, além disso quero aproveitar para viajar e conhecer outros países. Portanto, não tenho escolha.

 

publicado por Vandinha às 16:15

Março 20 2014

Finalmenteeeeeeee! Chegaram os meus documentos!

Agora é só ir á embaixada e depois marcar a viagem.

Já estavam a endoidecer com esta espera... já não era espera, já era gozarem com a cara das pessoas!

Agora já vou com o visto de residência e pronto, assunto resolvido! Posso residir em MZ sem problemas.

Parece que é desta!

publicado por Vandinha às 18:15

Março 14 2014

Informação de uma portuguesa (e espero que uma futura amiga) que eu só conheço pela internet, e que chegou há bem pouco tempo a Moçambique e me tem dado o feedback dos seus primeiros dias lá e da sua adaptação “para te animar um pouco posso dizer-te que aqui temos tudo, inclusive temos lojas como a Zara, a Ana Sousa e a Salsa!” E pronto, fiquei feliz! Obrigada L. por me ajudares a manter o meu pensamento positivo!

publicado por Vandinha às 00:36

Março 14 2014

Já estou fartinha deste tema mas não posso deixar de falar nisto, pois é o que me tem ocupado mais a cabeça nos últimos dias.

Bom, os ditos documentos que eu estava à espera, lembram-se? Não chegaram! O meu marido recebeu-os lá esta semana, portanto voltaram para trás! Na carta dizia “morada inexistente”. Mentira! A morada existe, eu moro cá, disso não tenho duvidas! E não moro assim no meio do nada, tenho vizinhos e há estradas com nome e etc e tal!  Segundo o meu marido, a morada estava correctíssima na carta. Contactámos a Fedex (empresa pela qual foi enviada a carta) que informou que na altura em que vieram entregar a carta tocaram á campainha e não estava ninguém em casa! E como a carta era de entrega pessoal, não foram de modas, toca a mandar a carta para trás (ora assim como assim uma cartita vinda de Moçambique também não deve de ser nada de muito importante!). E pronto, assim foi! Aviso??? Não deixaram nada de nada na caixa do correio! E eu, não sabendo o dia a que vinham, não podia obviamente ficar sempre em casa…

Assim em forma de desabafo, eu acho mesmo que ninguém cá veio tocar à campainha e houve alguma falha por parte da empresa, mas isto sou eu que tenho aquele feitiozinho de desconfiar de tudo quando a história está mal contada.

 

Adiante…

 

Agora vou falar das boas notícias! O P. esteve na imigração e já tem o documento original, o DIRE, já não era sem tempo… além disso os papéis de lá já estão prontíssimos e a embaixada de MZ fez o favor de enviar aqui para a nossa embaixada os ditos documentos (quiduxos!) por correio interno. Dizem eles que demora 5 dias. A próxima segunda-feira faz estes 5 dias úteis, e portanto, existe a possibilidade de eu ainda tratar dos documentos todinhos na próxima semana. Se as coisas por ca forem rápidas (tenho ideia que sim) mais semana menos semana estarei a fazer a mala (ai que dor de cabeça que aí vem).

 

Nunca pensei que fosse tão complicada esta situação de eu ir morar para lá. Confesso que já me fez ganhar alguns cabelos brancos.

publicado por Vandinha às 00:14

Março 04 2014

Bom, em relação ao custo de vida, como já referi anteriormente neste blog, em MZ há coisas mais caras e outras mais baratas comparando com PT. Mas de uma maneira geral acaba por ser um pouco mais elevado do que aqui em PT.

O leite por exemplo, é das coisas que acho bem mais caras do que em PT. Um pacote de leite Mimosa em MZ custa 60 meticais (o equivalente a 1,35€) portanto, praticamente o dobro.

As laranjas e todo o tipo de fruta que nao existe em MZ e portanto tem que se importar é mais caro. É normal que isso aconteça, em Portugal é a mesma coisa em relação ás frutas e legumes que não são produzidos cá. Já a manga, por exemplo, é uma fruta barata em MZ, pois existem muitas mesmo!!!

A luz não é pós-paga, mas sim pré-paga, assim como a televisão e a internet. Os valores são idênticos.

O gás é mais barato em MZ.

O resto ainda não sei. Á medida que vou sabendo vou postando mas garantidamente quando lá estiver podem contar com mais pormenores sobre os custos das coisas lá, sobre os produtos que existem e que não existem, enfim, sobre tudo! Mas tenho que lá estar (portanto, adivinhem? os papéis têm que chegar!) ;)

 

 

publicado por Vandinha às 15:19

Março 04 2014

Pois é, tudo se mantem igual. Continuo a aguardar os ditos documentos... sem eles nao posso adiantar mais. Tudo o que eu podia fazer já fiz (tratar dos passaportes, tratar do registo criminal), agora daqui para a frente só quando tiver os documentos na mão.

Ainda agora fui à minha caixa de correi e nada. Mais um dia.

Entretanto já comecei a fazer listas de coisas para levar, daquelas que posso esquecer-me de colocar dentro da mala, por isso nada melhor que ter tudo escrito, pois na altura de fazer a mala o nervoso miudinho concerteza que vai atrapalhar o raciocíneo. Tanto para pensar e tanto para organizar, não posso deixar tudo apenas na cabeça, portanto, já está a passar tudo para o papel.

Na cabeça da lista estão os medicamentos! Para tudo e mais alguma coisa. Sei que lá também existem medicamentos, mas pelo menos os mais básicos e indispensáveis que fazem parte do nosso dia a dia e que já sabemos para que efeito é, têm que ir na mala. Depois os produtos para a pele atópica do M. (como são especificos não sei se encontro lá). E por aí fora...

O problema vai ser conseguir levar tudo! Uma coisa é fazer uma mala para ir passar férias 1 ou 2 semanas (e mesmo assim costumo levar a mala sempre a abarrotar) outra coisa é fazer uma mala para ir viver para outro País. É dose...

Bom, vou continuar a aguardar os malditos benditos papéis!!!

publicado por Vandinha às 15:09

Este blog é dedicado à nossa familia e amigos, que apesar da distância fisica, estão sempre no nosso coração. É uma forma de estarem perto de nós e de seguirem o nosso dia-a-dia nesta grande aventura!
mais sobre mim
Março 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
15

16
17
18
19
21
22

23
25
26
27
28
29

30
31


pesquisar
 
Contador de Visitas
subscrever feeds
blogs SAPO