Aventura em Moçambique

Outubro 30 2013

Estive sem net estes dias, motivo pelo qual não houve novidades no blog.

Mas já estou de volta!

 

E porque hoje, 30 de Outubro, comemora-se o Dia Nacional de Prevenção do Cancro da Mama, não quero deixar de o sinalizar aqui no blog, pela extrema importância que merece.

publicado por Vandinha às 15:43

Outubro 24 2013

Caril de camarão!

É booommm... muito booommm.... e neste caso tinha sido acabado de apanhar! Fresquinho, fresquinho!

 

publicado por Vandinha às 15:19

Outubro 24 2013

O P. estaciona o carro no mesmo sitio de sempre, em frente ao local de trabalho, onde estão os mesmos arrumadores de carros todos os dias.

O P. cumprimenta-os sempre! E eles são simpáticos, respondem sempre.

O carro do P. não tem tampões... são coisas que em Moçambique teimam em desaparecer, não se sabe bem porquê!

Mas certo dia, o P. chegou no seu carro sem tampões, estacionou, e como sempre cumprimentou os arrumadores. Momentos depois, aparecem os arrumadores com 4 tampões para o carro! Chamam o P. e informam-no que vão colocar os tampões no carro. O P. disse que não queria nem sequer estáva disposto a pagar.

Mas os arrumadores, cheios de simpatia e boa vontade, responderam: "não é pa pagá. Patrão merece!"

E pronto, lá ficou o carrito todo catita com os seus 4 tampões.

 

É assim em Moçambique, tudo se deve levar na desportiva!

 

 

publicado por Vandinha às 15:07

Outubro 22 2013

No Sábado houve uma surpresa em Maputo! Uma prova de ciclismo! É verdade, foi surpresa já que isto de avisar a malta que por acaso, mas só por mero acaso, mora no centro de Maputo, que as ruas iam estar totalmente cortadas, não faz parte da "organização".

Ora, em Moçambique é tudo muito prático: há uma prova de ciclismo que vai passar por x ruas? Pois bem, cortam-se essas ruas todas! E os moradores? Olha, temos pena...

Pronto, assim foi.

O P., no seu regresso a casa, ficou com o carro estacionado a meio do caminho e teve que ir a pé até casa o restante caminho. Não, a parte do "morador na zona" não interessa nada.

Quando a prova acabar, toca a ir a pé para trás buscar o carro!

Mais nada!

 

PS - o P. tirou uma foto da grande prova... vejam a quantidade de ciclistas...

 

 

publicado por Vandinha às 18:05

Outubro 18 2013
Um obrigado moçambicano a toda a família e amigos que nos seguem pelo blog.
Quase 2000 visitas, que bom!
Beijinhos para todos.
Kanimambo!
publicado por Vandinha às 12:52

Outubro 15 2013
Para mim estas notícias são sempre bem-vindas!

Em Moçambique há cada vez mais portugueses, alguns a trabalhar para grandes empresas, mas tambem outros que montaram os seus próprios negócios!

Há muitos restaurantes e pastelarias de portugueses, e isso anima-me muito! Todos saem a ganhar com estas iniciativas, os Moçambicanos (que ajuda na economia do País) e os portugueses (que estão a investir num País em crescimento, portanto, com boas perspectivas do negócio lhes correr bem). E nós, os clientes! (Assim só um "á-parte", quem perde é mesmo o nosso Portugal...)

A semana passada abriu mais um estabelecimento português, neste caso madeirense! É o restaurante O Madeirense, que funciona não só como restaurante mas também como bar. E obviamente que pertence a madeirenses!

O P. foi lá jantar a semana passada e presenteou-me com estas fotos que aqui coloco.

Fiquei impressionada com o espaço, parece muito agradável, e adivinhem só a sorte? É pertíssimo da nossa casa!

Espero que gostem!

 
 
 
publicado por Vandinha às 15:40

Outubro 12 2013

Hoje em Maputo... 42 graus!

publicado por Vandinha às 14:35

Outubro 11 2013

A situação económica e financeira de Portugal está cada vez pior, as notícias são cada vez mais desapontantes! O sentimento que eu tinha enquanto trabalhava em Portugal ultimamente era o mesmo que muitos portugueses tinham e continuam a ter cada vez mais, um sentimento de apertar o cinto cada vez mais, até ao máximo, e estarem a obrigar-nos a apertar mais, e nós com dor, sem ar para respirar, quase quase a rebentar... e as pessoas que nos estão a apertar este cinto riem-se, continuam com o seu cinto bem largo, andam á vontade! E nós, andamos de dia para dia com o coração nas mãos, com medo que o cinto rebente a qualquer altura. Corremos, corremos, corremos todos os dias mas o cinto já não tem folga. Não há mais nada para emagrecer, nada! Somos "pele e osso". Chegamos ao fim do dia cansados, tristes, injustiçados. E no dia seguinte temos que ter forças para correr outra vez! Mas deparamo-nos com outras notícias: afinal temos que apertar mais um bocadinho o cinto!!!

O nosso dia a dia assenta numa tristeza e preocupação tal, que não nos deixa aproveitar a vida, não nos deixa ser felizes.

É triste, muito triste, o que estão a fazer ao povo português. É um roubo. É desumano!

 

Cada vez que vejo o telejornal fico sem forças, sem vontade de nada!

 

Não tenho dúvidas que esta nossa Aventura em Moçambique foi a melhor decisão. É um alívio muito grande! Já não sentia esta paz, tranquilidade, estabilidade e segurança há algum tempo, pois Portugal não me deixava. E quando temos estes fatores reunidos na vida, estamos no bom caminho para a felicidade!

 

(imagem retirada da internet)
publicado por Vandinha às 13:33

Outubro 10 2013

Moçambique tem muito para se fazer, é verdade. Ao nível das infraestruturas então, nem se fala!

Há zonas que nem estradas tem. E há zonas que tem estradas sem passeios. E também há zonas que já tiveram estradas mas que neste momento é apenas um conjunto de buracos, pois nunca foram arranjadas.

Mas hoje trago boas notícias!

Também já se vão fazendo estradas novas!!! Aos poucos vai-se vendo aqui e ali uns esforços de melhorias! É bom que assim seja, Moçambique precisa!

Esta estrada é nova, chama-se circular, e faz a ligação de Maputo á Matola (para quem conhece é a continuação da Avenida Julius Nyerere).

publicado por Vandinha às 17:49

Outubro 08 2013

O P. já iniciou o seu novo trabalho e aproveitou a sexta-feira, que foi feriado em Mz, mais o fim-de-semana, para conhecer algumas coisas.

 

Já comparámos alguns preços de supermercado de bens de 1ª necessidade, como leite, carnes, iogurtes, águas e outras bebidas, pasta de dentes, enfim, tudo isto para termos uma ideia do custo de vida em Moçambique, principalmente por ser na capital, Maputo, onde as coisas poderão ser mais caras. A conclusão a que chegámos é que tudo é muito relativo! E porquê? Porque os preços variam drásticamente (e quando digo isto é porque é mesmo de uma forma drástica) conforme o local onde o produto é adquirido.

Ora, por exemplo, uma cerveja custa 25 meticais num simples café, e a mesma cerveja custa 75 meticais num local considerado "de nível superior". Mais do dobro.

Portanto, o custo de vida é relativo, depende dos locais onde compramos. Esta é uma conclusão incial, digamos assim, pois ainda temos muito para descobrir e para explorar, o que poderá fazer-nos mudar de opinião. Sei que há coisas que são realmente mais caras, como as fraldas. Um pacote de 50 fraldas em Mz tem um custo de cerca de 12/13 euros, cá encontram-se um pouco mais baratas e com maior numero de fraldas. Mas também depende das marcas claro! Ainda vamos continuar as nossas pesquisas.

 

Eu, organizada como gosto de ser, vou fazer uma lista com os produtos de cá e relativos preços, e depois os produtos idênticos de lá e os seus preços, para assim ter uma comparação o mais real possível. Poderei depois publicá-la neste blog, quem sabe não vai ajudar alguém a fazer as suas contas sobre a vantagem ou não de se mudar para aquele País ;-)

 

Continuando a aventura, a parte da condução também já foi estreada! O P. diz que vai devagarinho, é tudo uma questão de hábito! Ora, eu tambem não esperava outra coisa. A sorte dele é que o carro é de mudanças automáticas, o que facilita bastante!

 

Hoje, é o 2º dia da semana por lá! Há mil e uma coisas a tratar! Abrir conta no banco, tratar da tv cabo, do telefone, tratar de papeladas da empresa, e muito mais. O P. tem que dar corda aos sapatos esta semana. Tenho um feeling que não vai conseguir resolver quase nada, pois tudo vai ser complicado e demorado, tudo anda devagar por lá, nada se faz na hora nem de um dia para o outro. Vai ter que ser com muita calma, encarar as coisas na desportiva que é como se quer em Mz.

 

No Domingo o P. foi convidado para ir almoçar a casa de um funcionário. Mas antes foi avisado de que a casa ficava nos subúrbios (termo usado em mz para bairro de barracas). O P. é uma pessoa simples e portanto isso não teve grande importância e foi com todo o gosto! Não podia ter sido mais bem recebido! Teve um acolhimento extraordinário por parte daquela gente de bem, foram extremamente amáveis e além disso disponibilizaram-se para levar o P. a conhecer locais bonitos daquele país (que não são poucos!).

 

É incrivel como as mentalidades, hábitos, enfim, as culturas são tão diferentes de país para país! E é tão bom quando nós sabemos adaptar-nos a coisas diferentes! Enriquecemos a nossa vida! Felizmente eu e o P. temos essa característica, adaptamo-nos bem aos diferentes estilos de vida. Em mz o facto de terem uma casa mais pobre, de não terem carro, ou das crianças andarem descalças em terra batida (zonas onde não há estradas) é totalmente irrelevante! Eles são felizes (mais do que possamos imaginar) desde que tenham paz, comida, festas, musica, alegria e muito convivio!

 

O povo moçambicano é realmente maravilhoso.

 

Haveria muito mais para contar... mas fica para o próximo post!

 

 

 

publicado por Vandinha às 16:43

Este blog é dedicado à nossa familia e amigos, que apesar da distância fisica, estão sempre no nosso coração. É uma forma de estarem perto de nós e de seguirem o nosso dia-a-dia nesta grande aventura!
mais sobre mim
Outubro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9

13
14
16
17
19

20
21
23
25
26

27
28
29
31


pesquisar
 
Contador de Visitas
subscrever feeds
blogs SAPO